Agora que você já pegou todas as dicas de como sair do vermelho, está na hora de começar a fazer o seu dinheiro trabalhar!

“Ok, entendi a importância de guardar o meu dinheiro, mas ainda não vejo motivo para investir.”

Tudo é bem simples, você trabalha para o seu dinheiro e vive escravo do trabalho todos os meses ou o seu dinheiro trabalha para você? Se você ainda é escravo do seu dinheiro está na hora de fazer ele te ajudar a ter uma vida mais confortável e conquistar todas as suas metas!

Realize sonhos, invista para isso!

Caso você queira ter lucros infinitos de um dia para o outro e poder parar de trabalhar no mês que vem, bom, não funciona exatamente assim. No mundo das finanças, assim como em outras áreas da nossa vida, nada acontece de um dia para o outro, a não ser que você tenha ganhado na Mega Sena essa semana, vai precisar dos investimentos para realizar seus sonhos.

Pensando bem, não vai esperar ganhar na Mega Sena para começar a correr atrás de seus objetivos, não é mesmo? O Solicite está aqui para te dar uma mão nessa mudança de pensamento. Você pode sim, viajar, trocar de carro, viver de renda, mudar de vida sem precisar ficar com a corda no pescoço. Já falamos o que é preciso ser feito, faça seu dinheiro trabalhar para você! Vamos te ajudar a entender melhor como você pode fazer isto..

Agora vem a melhor parte! Onde vamos passar de devedores para recebedores. Para isso precisamos criar metas! Não se preocupe, faremos um passo a passo, veja só como é fácil.

  • Primeiro estabeleça uma data para realizar o seu sonho/objetivo
  • Por que realizar esse objetivo é tão importante?
  • Quanto vai custar

Para que você entenda melhor, vou te mostrar como transformar um sonho em pequenas metas, por exemplo:

  • Desejo comprar um carro até o fim do ano, então a minha data limite é 31/12/21;
  • Estou mudando de casa e agora tudo fica um pouco mais longe, um carro facilitaria tudo
  • o valor do carro é R$12.000,00

Pronto! Agora temos uma meta. Agora você precisa planejar o quanto consegue guardar por mês para realizar seu objetivo, lembrando que não vale arriscar suas finanças para guardar para isso, primeiro pague as contas, guarde aquilo que couber na sua realidade financeira.

Ainda não tem controle financeiro pessoal? Veja agora como planejar e ter dinheiro para realizar suas metas

“Legal, vou guardar todo mês, mas e se aparecer um imprevisto?”

Você pode retirar o seu investimento sempre que precisar, mas isso pode não garantir a mesma quantia caso o dinheiro ficasse reservado até a data que foi planejada. 

Entretanto, como tínhamos conversado antes, você não deve guardar um dinheiro que sabe que irá fazer falta no final do mês. O dinheiro das metas não pode ser essencial para a sua sobrevivência.

Reserva de emergência, a paz que todo mundo precisa!

Para as emergências você precisará de um outro tipo de reserva. “Além de guardar dinheiro para as minhas metas preciso guardar para alguma surpresa do dia a dia?”  

É isso mesmo! Imagina se toda vez que um cano estourar ou o carro estragar você precisar retirar o dinheiro das metas para pagar. Se for assim suas metas sempre estarão distantes e nunca passarão de sonhos não realizados e não é isso que queremos.

Você precisa manter uma reserva de emergência, falo por experiência própria, ela traz a paz necessária para poder pensar nos planos e parar de viver para apenas pagar os boletos. Essa reserva deve conter de 5 a 6 meses do seu custo de vida, lembrando que o custo de vida é diferente do salário.

“Tá certo, consegui finalmente juntar o dinheiro da reserva de emergência, o que eu faço com esse dinheiro? posso deixar ele de baixo do colchão igual a minha avó fazia?”

A reserva de emergência é dinheiro, não é mesmo? Então, ela deve trabalhar para você mesmo que com um valor menor do que seus outros investimentos. Por exemplo, a reserva pode ficar guardada no tesouro direto ou um CDB simples, nesse primeiro momento, você pode escolher a famosa poupança, pois seu dinheiro não estará apenas guardado, mas estará rendendo.

Agora é hora de pensar no futuro, investimento a longo prazo.

Com as novas regras do governo sobre a aposentadoria, mais um fantasma ronda a vida de todos os brasileiros que trabalham de carteira assinada. 

Diferente da reserva para metas que pode estar investida a curto prazo (6 meses a 2 anos), a reserva para a aposentadoria deve ficar investida a longo prazo e quando eu digo longo, é longo mesmo (30 a 40 anos). É importantíssimo pensar no velhinho que você será.

“Não dá, não cabe na minha realidade. Eu mal consigo guardar para as metas, vou ter que fazer mais duas reservas”

É possível sim! Várias pessoas que ganham apenas um salário mínimo já têm a reserva de emergência e estão construindo a reserva para a aposentadoria, bem como, realizando suas metas. Você precisa apenas planejar e cumprir o que for necessário.

Vamos provar como é possível guardar para a aposentadoria sem passar sufoco. Por exemplo, uma pessoa que ganha R$1000,00 por mês, precisa guardar 30% do que ganha para realizar as metas de médio e longo prazo. 

Desses 30%, apenas 10% devem ser destinados para a aposentadoria. R$100,00 pode parecer pouco, mas como esse valor será guardado por muitos anos ele irá render o suficiente para garantir uma velhice melhor!

Os outros 20% são destinados para a realização de suas metas, caso você já tenha guardado a sua reserva de emergência. Nesse post não vamos entrar a fundo os tipos de investimento, dessa forma vamos apenas indicar o tesouro direto, opção segura e rentável para quem não quer arriscar investir na bolsa de valores.

Afinal, por quê devo investir? 

Busque pelos seus sonhos! Uma vez que, não precisa mais se preocupar com o seu dinheiro, você pode ter liberdade de sair de um emprego no qual não se sente bem ou mesmo não ficar preso em um relacionamento apenas por questões financeiras.

Conseguiu entender o valor do seu dinheiro? Esperamos que a partir de agora você consiga definir suas metas e começar a organizar melhor sua vida financeira. Se o post foi útil para você também pode ser para seus amigos, compartilhe! Pode fazer a diferença para eles.