Nos dias atuais, organizar a nossa vida financeira é essencial para que consigamos ter uma vida saudável e estável, não só financeiramente como também pessoalmente em geral.

Antes de mais nada disponibilizamos para você um ebook com  tudo o que é preciso saber sobre como fazer um orçamento familiar de maneira simplificada!

Clicar no botão para obter o nosso eBook sobre Orçamento Familiar é um passo essencial para uma vida financeira mais tranquila e organizada.

Publicidade

 QUERO MEU EBOOK

Este guia prático está repleto de dicas valiosas, estratégias simples e planilhas úteis para ajudar você a controlar suas finanças de maneira eficaz.

Qual a importância da organização financeira?

Existem diversos motivos que nos ajudam a entender como nos organizar financeiramente pode ajudar em toda a vida social, pessoal e até nos nossos relacionamentos. Em primeiro lugar isso se deve ao fato de que quando se tem uma vida financeira organizada e bem planejada ficamos menos estressados. Você sabia disso?

Quando falamos de dinheiro, precisamos ter em mente que a falta dele pode nos fazer diversos estragos em relação à saúde, principalmente levando em consideração o estresse que é gerado. Sendo assim, ao se organizar, você tem em mente exatamente quanto você ganha e quanto você pode gastar. Por isso, é mais difícil tomar decisões impensadas e prejudiciais.

Um outro ponto importante é que o planejamento adequado nos ajuda não só a curto prazo como também no futuro, a longo prazo. Isto é, definir metas financeiras estabelecer prioridades faz com que seja mais fácil alcançar metas futuras que geralmente seriam difíceis de serem alcançadas sem um planejamento ideal. Sendo assim, é mais fácil ter uma visão de futuro contando com planejamento de longo prazo.

Por outro lado, mantendo uma vida financeira organizada, é mais fácil impossível identificar para onde o dinheiro está indo. Assim, as pessoas conseguem descobrir quais são os prejuízos e desperdícios que estão sendo feitos no dia a dia. Isso quer dizer que ao se organizar financeiramente, é muito mais possível economizar dinheiro e investir em coisas que realmente darão um retorno considerável.

Uma outra razão que leva as pessoas a desejar se organizar financeiramente é a redução das dívidas. Isso quer dizer que ao organizar as finanças, você consegue elaborar um plano para pagar as dívidas em aberto de maneira mais simples e com redução de custos. O que torna mais fácil também a obtenção de crédito. Pois, com o nome limpo, é muito mais fácil conseguir alguns produtos financeiros como cartões, empréstimos e etc.

Orçamento

Ao falar em vida financeira e organização financeira, é impossível não associar ao orçamento mensal automaticamente. Ou seja, organizar o orçamento deve ser o primeiro passo para ter uma vida financeira saudável e planejada devidamente. Mas se você não sabe como organizar o seu orçamento, fique tranquilo que iremos te ajudar!

O primeiro passo deve ser anotar e categorizar todas as suas despesas. Isto é, você precisa ter em mente quais são os seus gastos fixos e variáveis e é importante ser o mais de estar lista possível, incluindo até mesmo aqueles gastos bobos como comprinhas menores que normalmente passam despercebidas.

A partir dessa organização, você pode categorizar as suas despesas. Nesse momento você deve separar em grupos distintos. Essa separação pode ser feita separando os gastos como moradia, alimentação, transporte, gastos supérfluos e etc.

Agora você já sabe quais são todas as suas despesas, não é mesmo? Nesse momento você deve se preocupar em estabelecer uma lista de prioridades. Isto é, você deve validar e categorizar as suas despesas de tal forma a identificar quais são as indispensáveis e quais devem ser pagas primeiro. Pois em momentos de crise financeira, você deve priorizar algumas coisas como moradia e alimentação.

Para estabelecer esse controle financeiro você pode contar com algumas ferramentas muito úteis para todas as pessoas. Assim como diversos aplicativos de orçamento, planilhas de Excel e alguns softwares de gestão financeira. Ou caso você não queira utilizar dessas ferramentas tecnológicas, o clássico caderninho também serve!

Por fim, se preocupe em revisar este orçamento. Isto é, algumas despesas deverão ser ajustadas e algumas prioridades podem ser avaliadas de vez em quando.

Endividamento

Nós sabemos que o endividamento excessivo pode gerar diversos transtornos para as pessoas. Por esse motivo, evitar esse tipo de problema pode ajudar muito na sua vida financeira e também pessoal. Dado que problemas com o endividamento podem afetar até mesmo seu sistema emocional, prejudicando diversos outros aspectos na sua vida.

Por esse motivo, vamos te ajudar com algumas dicas essenciais para evitar o endividamento excessivo e se planejar da melhor maneira. Em primeiro lugar você deve seguir o passo a passo que mostramos acima e organizar o seu orçamento. Isto é, anote todos os seus ganhos e gastos e se preocupe em descrever uma lista de prioridades.

Além disso, os cartões de crédito podem ser os grandes vilões no momento de endividamento. Afinal de contas, utilizar um cartão é muito bom e muita das vezes as pessoas se empolgam de tal forma não perceber os riscos de endividamento que estão correndo. Por esse motivo, evite usar os cartões de crédito de maneira excessiva para evitar o endividamento exagerado. Se possível, utilize os cartões de crédito apenas para emergências e para situações em que você tenha total garantia de que conseguirá pagar as contas em dia.

Falando em contas, mantenha todos os seus boletos em dia. Isto é, caso você já tenha algumas dívidas ativas, se preocupe em pagar as parcelas em dia, pois o atraso pode gerar multas e juros. E isso queremos evitar, né?

Fuja dos empréstimos! Nós sabemos que os empréstimos podem ajudar muito em diversos momentos da nossa saúde financeira. No entanto, é importante solicitar apenas em último caso, dado que os empréstimos geralmente possuem juros que acrescidos ao valor que você pegou emprestado podem atrasar um pouco as coisas em relação aos pagamentos.

No entanto, em caso de endividamento excessivo, pegar um empréstimo pessoal para quitar a dívida de uma vez só pode ser uma boa pedida. Para isso é importante analisar as taxas. Se organize para juntar dinheiro. Ou seja, é importante que você tenha uma reserva de emergência para utilizar em momentos de crise. O ideal é juntar um valor equivalente a mais ou -3 meses de despesas básicas.

Contudo, caso você não consiga juntar muito, qualquer valor já ajuda! Por fim, uma dica muito importante que muita das vezes deixamos passar batido é aprender a dizer não. Sim, isso mesmo!

Alguns gastos desnecessários podem parecer bobas no momento, no entanto, qualquer pequena parcela pode afetar gravemente o seu orçamento. Por isso é importante saber dizer não para algumas compras e avaliar se realmente você precisa daquilo naquele momento. Assim você conseguirá evitar algumas dívidas futuras.

Investimentos

Uma outra dica que pode auxiliar muito no momento da organização financeira é fazer investimentos. No entanto, para começar a investir é preciso saber algumas informações importantes para não cair em frustrações. Mas fique tranquilo que vamos te contar tudo que você precisa saber!

Em primeiro lugar, antes mesmo de começar a investir é muito importante saber quais são as suas metas e objetivos. Isto é, o que você deseja fazer com o dinheiro arrecadado no investimento? Você precisa economizar para pagar alguma conta ou apenas fazer uma renda extra.? saber responder essa pergunta é um passo muito importante para o próximo objetivo.

Em segundo lugar, você precisa compreender bem quais são as suas finanças e o quanto está disponível para investir. Isto é, separe do seu orçamento uma quantia que não afetará a sua segurança financeira, mas que você consiga investir sem ter dor de cabeça no futuro.

Estudar é a peça chave em várias ocasiões e esta é uma delas. Por isso, se preocupe em aprender sobre investimentos. Estude quais são os tipos de investimentos e qual se adequa melhor a sua situação no momento. Você pode fazer isso lendo um livro sobre investimento ou até mesmo procurando vídeos online.

Agora que você já sabe um pouquinho mais basta começar a investir. Abre uma conta de investimento no banco que você preferir e começa a investir o seu dinheiro. Caso você esteja inseguro, comece com uma quantia pequena e aumente gradativamente conforme for adquirindo mais confiança.

Por fim, não esqueça os investimentos lá e ache que isso vai te fazer rico, é importante monitorar de perto como estão fluindo as coisas e o que você pode melhorar para que consiga lucrar mais ainda.

Educação financeira

Você já parou pra pensar na importância da educação financeira nos dias atuais? Muitas pessoas dizem até mesmo que essa deveria ser uma disciplina incluída nas escolas. Para que assim jovens e adolescentes aprendam desde cedo a como lidar com dinheiro e fazer bom proveito dele.

No entanto, saiba que educação financeira não é avisada apenas para jovens e adolescentes, mas sim para todas as pessoas que não têm dinheiro. Hoje em dia, muitas pessoas não sabem como gerir suas finanças e isso acaba se tornando um ciclo de endividamento excessivo e mau aproveitamento do dinheiro. Mas fique tranquilo que isso pode mudar!

Em geral, educação financeira se define como um processo de aprender a gerenciar a suas finanças e tomar decisões certeiras no que diz respeito ao seu dinheiro. Por esse motivo, pessoas que se preocupam em aprender mais sobre educação financeira acabam aprendendo mais sobre o orçamento, planejamento financeiro a longo prazo e também como investir o seu dinheiro.

Por isso, caso você esteja interessado em organizar as suas finanças e sua vida financeira da melhor forma possível, vale a pena procurar um curso sobre educação financeira para que as suas decisões sejam as mais certas possíveis.

Além de todas as vantagens citadas acima, educação financeira também permite que a pessoa economize mais, e quem não gosta de economizar? Pois é! Você consegue encontrar aulas sobre educação financeira na própria internet de maneira simples, rápida e gratuita!

Tecnologia e finanças

Nos dias atuais, as tecnologias e as finanças podem ser uma ferramenta muito útil para quem deseja se planejar melhor financeiramente. Por isso, vamos encontrar alguns motivos e maneiras que podem ajudar no momento da organização da vida financeira.

Em primeiro lugar vale ressaltar a importância dos aplicativos disponíveis hoje em dia direcionados diretamente para a gestão financeira. Isto é, existem diversos tipos de aplicativos que servem para que a pessoa tenha um maior controle das despesas e dos seus ganhos. A partir desses aplicativos, você consegue criar orçamentos e definir metas. vale lembrar que a maioria dos aplicativos está disponível de forma gratuita nas lojas de aplicativos do seu celular.

Além disso, os pagamentos digitais também são uma excelente maneira de obter maior organização financeira. Isso se deve ao fato de que ao pagar alguma conta de maneira digital, você consegue ter acesso ao comprovante durante muito tempo. O que anteriormente era mais difícil, haja vista os comprovantes eram entregues em mãos e muita das vezes o papel poderia se perder por aí!

Até mesmo para quem deseja investir, a tecnologia ajuda muito. Pois é possível fazer investimentos e ganhar dinheiro de maneira on-line por meio das plataformas de investimento disponíveis na internet. Assim fica muito mais fácil investir o seu dinheiro e obter um bom retorno financeiro, não é mesmo?

Como economizar no dia a dia?

Por último, mas não menos importante, é necessário saber economizar durante as despesas do dia a dia. Sabe aquele cafezinho inofensivo? Caso acionado durante todos os dias do mês ele pode afetar significativamente o seu comprometimento de renda. Mas fique tranquilo que você não precisará cortar o cafezinho se seguir os outros passos em relação à economia de dinheiro.

É muito importante anotar tudo. Quando digo tudo é tudo mesmo! Apenas tendo em mãos todos os seus gastos você conseguirá avaliar e validar algumas necessidades que antes considerava importantes, mas analisando muito bem, vê que são totalmente dispensáveis.

Por isso, quando falamos de economia doméstica precisamos falar de organização financeira dentro de casa. Caso você tenha filhos é muito importante conversar com ele sobre isso também, pois a economia da família andará muito melhor se todos colaborarem para isso!