Não é raro ouvir alguém falar que caiu em algum golpe e perdeu todo o seu dinheiro, ou mesmo ver na mídia pessoas que foram vítimas desse tipo de golpe. 

Mesmo com as pessoas tendo tanto acesso à informação, à internet, investimentos e muitos outros conhecimentos, ainda há quem caia nessas armadilhas. 

Em grande parte das vezes, o golpe não é percebido até o momento em que a pessoa precisa resgatar o dinheiro, ou usá-lo com alguma finalidade. Por isso, separamos dicas de como identificar um golpe financeiro e fugir dele a tempo.

Publicidade

Ganhe 10.000% no curto prazo 

Grande parte dos golpes começam com uma promessa de rentabilidade que simplesmente não existe. Eles dizem que o seu dinheiro vai render 20, 50, 100 vezes mais em pouco tempo, que o lucro será de 200%, que os retornos são maravilhosos e que é um negócio irresistível. 

Mas, quem entende do mercado financeiro, sabe que quanto maior for o prazo que o seu dinheiro fica investido, maiores são os riscos e maiores são as rentabilidades. 

No curto prazo o dinheiro pode sim render, mas não são rendimentos extraordinários justamente por causa da liquidez. Portanto, é totalmente impossível ter um investimento que rende muito em curto prazo e que seja seguro. Isso não existe!

Esse tipo de promessa tem apenas uma finalidade: encontrar um alvo fácil, que são as pessoas que não sabem disso ainda. Portanto, toda vez que você receber uma proposta tão incrível, pense porque alguém te ofereceria algo que é tão bom e por que não existem milhões de pessoas falando e  investindo nisso. Desconfie sempre de promessas exorbitantes e pesquise muito quando se deparar com alguma.

Obrigação de investir o tempo todo ou não conseguir sacar seu dinheiro

Você, investidor, precisa saber o prazo de resgate do dinheiro assim que ele for aplicado. Essas informações são mostradas no seu Home Broker antes mesmo que você aplique o seu dinheiro em algum ativo. 

Atualmente, existem sim investimentos que só podem ser sacados a longo prazo, com data estipulada, como é o caso do CDBs e debêntures. Entretanto, esses investimentos são conhecidos por todos, são investimentos sérios e que deixam bem claro todas as suas cláusulas e regras de saque antes mesmo que você invista. 

Se você investir o seu dinheiro em algo e for impedido de sacar o dinheiro, ou se perceber que os prazos simplesmente não são cumpridos, essa é uma grande possibilidade de você ter caído em um golpe. Ao notar isso, busque por todos os seus direitos rapidamente.

A necessidade de chamar mais pessoas para o negócio

Essa é uma característica muito intrínseca das famosas pirâmides, a obrigação de convocar mais pessoas para o negócio, com promessas de que você conseguirá mais vantagens, mais rentabilidade, mais pontos, é por aí vai … O investimento sério de verdade não depende de outras pessoas para que renda mais. 

Se há suspeita de que você está sendo chamado para uma pirâmide, não faça investimentos nesse negócio. 

No começo, eles podem inclusive devolver com juros uma parte do dinheiro inicialmente investido, para que você acredite que o negócio funcione e deposite ainda mais dinheiro. 

Porém, com o tempo, você percebe que está perdendo todo o restante do seu dinheiro “aplicado”.

Muita propaganda e pouca certeza

Muita propaganda e pouco conteúdo deve te deixar em estado de alerta. Frases do tipo: “esse é o melhor investimento da sua vida”, o seu dinheiro vai render 1000 vezes mais em poucos dias”, “essa é a única chance para mudar a sua vida”, são facilmente encontradas em estratégias de golpistas. 

Cuidado com esse tipo de propaganda, ela pode ser muito tentadora, mas é preciso saber com a maior certeza de todas onde está investindo seu dinheiro. 

Na dúvida, consulte a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Essa instituição pode te dar todas as orientações, caso você tenha a suspeita de estar sendo envolvido em um golpe.

Mas, afinal, se existem tantos golpes financeiros, como evitar cair em algum?

Você não precisa ficar assustado e desistir dos investimentos, de forma alguma. Você precisa apenas escolher investir em instituições reconhecidas pelas CVM, que são conhecidas de verdade e confiáveis, para aplicar o seu dinheiro com segurança. 

Você, que valoriza cada centavo do que ganha, precisa estar totalmente confiante ao aplicar o seu dinheiro em Bolsa, em títulos, contratos e afins, porque essas aplicações são o seu comprometimento com o seu próprio futuro, são frutos do seu trabalho duro e da sua dedicação, e a aliança com um futuro mais próspero. 

Conclusão

Portanto, evite acreditar em propostas surreais, em corretoras que não são credenciadas, em rentabilidades extraordinárias no curto prazo, e jamais deposite dinheiro em contas pessoas como meio de investir em algo. 

Esteja sempre consumindo informações das melhores fontes, para não cair em golpes por pura falta de conhecimento.